PENSARES E SENTIRES!

O mais doido é que uma parte da galera que se diz antifascista aqui de Fortaleza/Ceará parece ter chamado a polícia, que age de modo explicitamente fascista, pra prender a galera punk neh?! Uma parte dessa menor de idade inclusive, tornando o ato ainda mais absurdo…

É o que parece mais provável até pelo que se sucedeu nas redes sociais , afinal depois disso perfis fakes dessa mesma galera ficaram caçoando nos perfis de outros punx chamando-os de sujos/imundos , em claro tom higienista e preconceituoso, além de perguntarem se foi bom ser preso ou correr da polícia…

Contradição em cima de contradição em cima de contradição.

Até então eu não tinha muito a falar dos RASH e segmentos que reivindicam uma ideia de um skinhead puro ou não fascista mas existem diversas camadas que não ficam tão expostas e que demonstram contradições e escrotices enormes, falta de caráter e ética. Coesão não existe.

Uma época até tentei dialogar com alguns conhecidos que se assumem nesta nomenclatura de RASH e tentar entender e respeitar seus argumentos. Apesar de não achar que seja uma cultura interessante de ser enaltecida me mantive na minha por achar que eles estavam na deles e não perpetuavam qualquer espécie de problema de fato.

Já fui alvo de perseguição de grupos skinheads fascistas quando era punk, fui espancado por uma parte desses covardes, até hoje o processo legal não andou pra frente e o que tem avançado é o surgimento de mais indivíduos e grupos, dos que se dizem RASH ou dos que dizem Carecas, passei a perceber que é uma violência e desrespeito enorme que tal cultura exista sobre qualquer argumento.

Para uma pessoa que já foi violentada por Skinhead de qualquer espécie,a existência da mera visualidade já é um fator de gerar nojo e uma espécie de medo psicológico. Passei dois anos pra superar o andar na rua e ver uma careca qualquer e pensar que era a porra de um fascista, nem precisava ser um skinhead, bastava ter um pouco das características sabe? Cabeça raspada,uma botinha ou jeitinho operário caricato.

Acredito que visualmente o fato de existirem já influencia o surgimento de outros grupos de caráter fascista. Toda vida que um moleque de ideia torta cruza com uma figura dessa na rua e não entende do que se trata pode ser uma influência pra surgir um novo fascistinha que foi pesquisar na net e se deparou com as vertentes mais violentas. Outra coisa que não esta sendo explicitada é que os carecas estavam andando no Benfica em parte por conta do pub que os RASH têm em frente a praça da Gentiândia né?! Que já havia rolado trocas de farpas e que no fim das contas quem se fudeu foi um jovem negro e homossexual que estava na praça de boas, ou seja, o fato de uma cultura existir se dizendo não fascista mas se executando de modo territorialista e demarcador fez a rebaba da merda soar pra uma outra pessoa que nem é do rolê deles. Os caras adoram queimar os punx mas não assumem a parte que lhes cabe na merda, agem de modo covarde e coercitivo moralmente para tirar o deles da reta.

É uma cultura que exacerba um modo de executar de macho, com princípios meio hooliganistas e de ganguismo, com cultura de rua violenta que eles próprios admitem fazer parte do seu cerne, com frases como “jovens que não dispensavam uma boa briga” (ai dentro!!!!), enaltecem uma suposta cultura operária , ou seja que no fundo reconhece também a submissão das classes aos patrões ao invés de propor um rompimento com esta lógica submissa inclusive na visualidade, no gestual e etc. Enfim, passei a perceber que não tem essa, skinhead é um cultura PAIA e que não tem que ser enaltecida de jeito nenhum!!!

Os skinheads que se incomodam muito com os anarco-punx que de fato tentam romper com uma lógica de reverência submissa, de execução de macho e com diversos princípios toscos e contraditórios… É lógico que esses punx, principalmente a parte mais nova (que ainda vai crescer, amadurecer e aprender com os próprios vacilos na caminhada) e visceral (que se emputece muito com estes gestos estranhos de execução dos skinheads), tem suas contradições e cometem vacilos estratégicos mas acredito que isso se dá muito por não conseguir lidar com o fato da existência de uma cultura que agrega tantas qualidades dispensáveis pra evolução de um pensamento social mais ativo e coeso!!!